Novo kit pedagógico «Direitos em Jogo»

Um kit pedagógico em que, de forma divertida e descontraída, crianças e adultos aprendem estratégias para promover os direitos das crianças.

Os direitos das crianças nem sempre são assegurados, sendo que, muitas vezes, as próprias crianças, bem como os seus pais e cuidadores, os desconhecem. Frequentemente, identificam apenas os direitos relacionados com a satisfação das necessidades mais básicas das crianças.

Neste contexto, o kit pedagógico «Direitos em Jogo», da autoria de Rute Agulhas, Joana Alexandre e Adriana Duarte e com ilustração de Joana M. Gomes, pretende, de uma forma lúdica, aumentar o conhecimento sobre os direitos e princípios consagrados na Convenção sobre os Direitos da Criança, adotada há 30 anos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Produzido e editado pela editora Ideias com História, o kit é constituído por dois baralhos de cartas ilustrados, um para crianças mais novas (dos 3 aos 6 anos) e outro para crianças mais velhas e adolescentes (dos 7 aos 14 anos).

O kit contém ainda um manual teórico e com atividades, que explica, de forma breve e divertida, todos os direitos das crianças, e apresenta diversas atividades relacionadas com cada um dos direitos, que podem ser realizadas em contexto dual ou grupal.

As atividades propostas pretendem, por um lado, aumentar os conhecimentos sobre os direitos das crianças e, por outro, promover competências para se reconhecer e para se lidar com potenciais situações em que os direitos não estão assegurados, potenciando a perceção de autoeficácia e controlo.

O jogo vai ser usado por diversas entidades, entre elas a Polícia de Segurança Pública (PSP), através dos agentes da Escola Segura.

O jogo tem como parceiros:
— Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens
— Ordem dos Psicólogos Portugueses
— Centro de Investigação Social do ISCTE
— Polícia de Segurança Pública (PSP)
— Centro de Estudos Judiciários (CEJ) 
— Comissão de Proteção de Menores da Diocese de Lisboa
— Renascença Portugal


Partilhar esta publicação



← Publicação Mais Antiga